Pais insatisfeitos com a escola. O que fazer?

Na rotina escolar, existem muitos motivos que podem ocasionar insatisfação por parte dos pais ou responsáveis pelos alunos matriculados.

Seja a conduta de um professor em sala de aula, atrasos nas entregas de boletins, falta de clareza nas informações sobre metodologias adotadas durante as aulas e até mesmo uma insatisfação do próprio aluno que é relatada aos pais, tudo isso pode ocasionar uma reclamação.

Seja qual for o cenário, é importante que os responsáveis pelo aluno e os profissionais da escola se entendam de forma a resolver todas as questões que impactam na rotina educacional para que o aprendizado não seja negativamente impactado.

Como lidar com pais insatisfeitos?

É papel da coordenação e diretoria do colégio lidar com todas as questões que podem surgir no relacionamento entre alunos, professores e responsáveis.

Sendo importante que os coordenadores e diretores do colégio assumam uma postura de acolher as reclamações dos professores e também dos responsáveis pelos alunos, fazendo uma conciliação nessas relações.

Identificar problemas e propor soluções

Cabe aos profissionais responsáveis pela escola, identificar problemas e apontar soluções, para que as relações fluam da melhor maneira possível.

Alguns passos mostram-se indispensáveis para que essa identificação e solução de problemáticas possa ocorrer de modo natural, recuperando a satisfação dos pais dos alunos, observe:

1 – Escutar os pais

Se alguma família procura a coordenação da escola com uma reclamação, o passo mais importante é ouvir atenta e respeitosamente o que essas pessoas têm a dizer.

Muitas vezes, na tentativa de contornar a situação são feitas interrupções na fala de quem reclama, soluções são apontadas na tentativa de dar um fim para a insatisfação.

É preciso, no entanto, perceber que quando alguém chega até a instituição para reclamar sobre uma problemática, é preciso ouvir com empatia e em total silêncio, respeitando o outro para entender o que está por trás dessa reclamação.

2Observar sob a perspectiva de quem reclama

Só é possível de fato resolver o que foi apontado como motivo da insatisfação dos pais, se houver na coordenação e direção da escola a capacidade de empatia.

É preciso se colocar no lugar do outro e entender de fato o que está sendo dito. O que geralmente não ocorre, uma vez que os profissionais naturalmente se defendem das críticas, interrompendo a reclamação.

No entanto, a família precisa se sentir bem-vinda e acolhida mesmo quando está reclamando, e ouvir atentamente sem retrucar irá te ajudar a compreender o problema e se colocar no lugar dessas pessoas para que possa solucionar qualquer questão levantada.

3 – Trabalhe com prazos

Após ser surpreendido com uma reclamação, você não precisa ter a resposta imediata! Diga à família que irá averiguar a informação que lhe foi dada e peça um prazo para dar uma resposta aos responsáveis por aquele aluno.

É nesse período que a coordenação pedagógica e direção da escola devem se reunir, incluindo professores e todos os demais que estão envolvidos na reclamação para que juntos possam adotar uma estratégia de solução.

4 – Ter transparência na comunicação

No prazo determinado, é hora de entrar em contato com a família e esclarecer todos os pontos conforme foram resolvidos na reunião entre funcionários.

Ter transparência na comunicação é também ter a certeza de que aquela família está de fato compreendendo o que você tem a dizer, e quais são os pontos de melhorias que serão adotados pela escola e quais serão as melhorias/sugestões indicadas para serem adotadas pela família.

É sempre importante que todos entendam que a educação é um processo que está também para além da sala de aula, e que a família também possui suas responsabilidades nesse processo, sendo indicado respeitosamente o que todos precisam fazer para que entrem em consenso.

[Sugestão] : Gravar demonstração do portal de pais e alunos e linkar a este post

Estabeleça comunicação

Para evitar ser surpreendido com pais insatisfeitos, é preciso estabelecer canais de comunicação eficazes, com os pais e também com os profissionais da escola.

Todos os funcionários envolvidos no funcionamento da escola precisam se sentir confortáveis para comentarem sobre suas experiências.

Isso quer dizer que, fazer reuniões periódicas com a equipe de professores e também com os demais funcionários da escola é uma forma eficiente de saber tudo que está acontecendo no cotidiano escolar, para que a direção do colégio seja capaz de prever e se antecipar sobre questões que podem ocasionar insatisfações.

Uma turma barulhenta demais que incomoda os demais alunos da escola, alunos que estão faltando demais às aulas e que podem se prejudicar por isso, atrasos frequentes e todos os aspectos importantes relativos ao cotidiano do colégio devem ser debatidos nessas reuniões.

Dessa forma, a comunicação clara e objetiva entre os profissionais irá ajudar que a coordenação do colégio tenha efetividade em manter todos os alunos e seus responsáveis sempre satisfeitos.

Assim, a comunicação poderá ser clara e objetiva com os pais dos alunos, mantendo-os satisfeitos por sempre serem acolhidos em suas reclamações que serão muito mais fáceis de resolver, uma vez que a direção e coordenação da escola estão cientes de tudo que acontece.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu